Posted 27 July 2014, 1 hour ago | 14,722 notes | reblog this post
(originally marsereno / via poxavidem)
Alguém me perguntou se eu conhecia você, um milhão de memórias passaram pela minha mente e eu sussurrei: - Não mais.
Tati Bernardi.  (via orquestrais)
Posted 27 July 2014, 1 hour ago | 20,280 notes | reblog this post
(originally so-quotes / via anna-ribeiro)
Escolhi apagar você da minha vida porque pensava que assim encontraria a felicidade. Criei rituais pra suprir a tua falta, desenhei teu caminho de volta por todo meu corpo, repeti nosso diálogo final como um rádio quebrado, fujo do seu nome como quem foge do contato com uma pessoa pesteada, rasguei todas as roupas que possuíam teu cheiro, não conjugo mais amor e teu nome na mesma frase, refiz todos os meus caminhos para não correr o risco de te encontrar, queimei a única foto que tínhamos juntos, meu guarda roupas se tornou a representação de tudo que tu abomina. Eu aprendi infinitas maneiras para escapar do nosso relacionamento e de qualquer outro envolvimento que eu possa ter com uma pessoa já que o simples fato de pensar que isso pode acontecer mais uma vez me causa urticaria porque só eu sei o peso da cruz que ainda carrego por você. Os sábios afirmam que todo ser humano é mero conjugador que fique aqui registrado que até minhas conjugações você levou.

Eu desaprendi a conjugar amor 

(via sonhavas)
Posted 27 July 2014, 1 hour ago | 1,064 notes | reblog this post
(originally morbidavel / via anna-ribeiro)
Não tem como se esquentar quando o frio vem de dentro.
Remontado. (via isolavel)
Posted 27 July 2014, 1 hour ago | 3,472 notes | reblog this post
(originally remontado / via doisdeagosto)
De qualquer forma, não esqueça das seguintes verdades: não faça nada que não te deixe em paz consigo mesma; cuidado com o que anda desabafando; conte até três (tá certo, se precisar, conte mais); antes só do que muito acompanhado; esperar não significa inércia, muito menos desinteresse; renunciar não quer dizer que não ame; abrir mão não quer dizer que não queira. O tempo ensina, mas não cura.
Martha Medeiros (via re-amar-te)
Posted 27 July 2014, 1 hour ago | 4,970 notes | reblog this post
(originally versossoltos / via memoria-postuma)
Eu ando na minha, quieto. Parece que desisti, mas na verdade esse é o meu jeito de esperar.
Gabito Nunes (via re-amar-te)
Posted 27 July 2014, 1 hour ago | 90,666 notes | reblog this post
(originally venerar-te / via memoria-postuma)
Posted 27 July 2014, 1 hour ago | 763 notes | reblog this post
(originally worena / via doisdeagosto)
Posted 27 July 2014, 1 hour ago | 1,921 notes | reblog this post
(originally i-love-g-i-r-l-s / via gabrielapitta)

Sexo virou brincadeira, abraço é desculpa pra se aproveitar. Beijar na boca virou disputa. Alianças vão parar no bolso. Elogiar é chamar de gostosa. Namoro é brega. Amor é perda de tempo. É, cada vez mais o ser humano se perde em coisas tão simples, e transformam o que deveria ser puro e bonito, em algo sujo, feio, sem graça e sem valor algum.

Posted 27 July 2014, 1 hour ago | 1,234 notes | reblog this post
(originally safadu / via realidadeeliberdade)

theme por nostalgia-surreal; base por amar-gura e memorias agridoces; alguns detalhes originais da affectingyou, m-4-r-y, elasocurtejackdaniels e meiopasso; não seja um filho da puta, crie vergonha nessa sua cara, e faça o favor de não copiar nada aqui. Obrigado rsrs














1 2 3 4 5 »